shutterstock_218538004

O que 10 recrutadores gostam (e desgostam) num candidato

23/9/2015

Você já se perguntou o que passava pela cabeça do seu avaliador durante um processo seletivo? Nós também! Por isso, fomos atrás de algumas respostas para tentar entender quais são os erros mais terríveis e os acertos mais brilhantes de um candidato.

Olha só o que disseram alguns recrutadores!

 

 

Alexandre Kalman, sócio da Hound Consultoria

Área: Finanças

A maior virtude de um candidato é demonstrar visão estratégica e mostrar os resultados palpáveis de suas experiências anteriores.

O maior pecado de um candidato é  “vender” qualidades que sabe não ter, como uma suposta fluência em inglês, por exemplo.

 

Daniela Ribeiro, gerente da Robert Half

Área: Marketing e vendas

A maior virtude de um candidato: ter uma comunicação clara, sincera e direta com o recrutador, sabendo transmitir o que é relevante sobre sua carreira.

O maior pecado de um candidato: demonstrar falta de segurança, concisão ou clareza na hora de se apresentar.

 

Lucas Wilson, vice presidente regional da Asap Recruiters

Área: Engenharia

A maior virtude de um candidato é saber explicar para o recrutador, com exemplos práticos, como seu trabalho contribuiu para os resultados dos ex-empregadores.

O maior pecado de um candidato é falar de forma muito técnica e ser superficial ao falar de seu perfil comportamental durante a entrevista.

 

Fábio Salomon, sócio da Salomon e Azzi

Área: Jurídica

A maior virtude de um candidato é demonstrar maturidade, profissionalismo e transparência sobre suas intenções com a vaga.

O maior pecado de um candidato é não dar retorno para o recrutador e faltar em etapas do processo seletivo.

 

Rodrigo Soares, diretor comercial na Hays

Área: Marketing e vendas

A maior virtude de um candidato é fazer perguntas durante o processo seletivo e ter um discurso estruturado.

O maior pecado de um candidato é não ter informações básicas sobre a empresa, demonstrando falta de preparação para a entrevista.

 

Guilherme Petreche, gerente executivo da Michael Page

Área: TI (Tecnologia da Informação)

A maior virtude de um candidato: ir preparado para a entrevista, cuidando inclusive da apresentação pessoal.

O maior pecado de um candidato: ser pouco transparente em relação as suas intenções com a vaga.

 

Jacqueline Resch, sócia-diretora da Resch Recursos Humanos

Áreas: Finanças, Logística, TI e RH.

A maior virtude de um candidato é falar com a mesma naturalidade sobre seus pontos fortes e fracos, demonstrando que aceita bem seus fracassos.

O maior pecado de um candidato é usar o processo seletivo para barganhar salários com seus atuais empregadores.

 

Rodrigo Maranini, head de engenharia da Talenses

Área: Engenharia

A maior virtude de um candidato é saber ouvir, se colocar no lugar do outro e entender as expectativas do cliente a respeito da vaga.

O maior pecado de um candidato é ter uma comunicação fria e arrogante.

 

Maria Beatriz Henning, sócia da Exceed

Área: Finanças

A maior virtude de um candidato é ser sincero sobre suas motivações e valores no trabalho.

O maior pecado de um candidato é usar o processo seletivo para negociar salário maior no emprego atual.

 

Teresa Gama, diretora da Projeto RH

Área: Setor bancário

A maior virtude de um candidato é ser transparente em suas posições e expressar pontos de vista com clareza.

O maior pecado de um candidato é mentir e demonstrar falta de educação.

 

 

Fonte: revista Exame