poupar

Precisamos falar sobre a reforma da previdência

14/3/2017

“Se eu fosse jovem teria feito diferente.” Quantas vezes você já ouviu essa frase por aí? Temos mania de viver o presente e não se preocupar com o futuro, mas com as reformas da Previdência, propostas pelo Governo e em fase de aprovação no Congresso, teremos que, de uma vez por todas, planejar a aposentadoria.  O tempo é o vilão e você não será jovem por muito tempo.

Conheça as principais mudanças na aposentadoria

Idade mínima
Homens: de 60 anos para 65.
Mulheres: de 55 anos para 65.

Tempo mínimo de contribuição
De 15 anos para 25.

Para conhecer todas as mudanças propostas pelo Governo, dá uma olhada nesse vídeo do canal Me Poupe. É bem legal (e engraçado).

Impacto da mudança

Para receber 100% da aposentadoria, você precisará trabalhar 49 anos :0
Isso se você entrar no mercado de trabalho com 16 anos e não ter deixado de pagar o INSS sem parar, durante todo o período. Agora, se você entrou no mercado de trabalho com 23 anos, terá que trabalhar até os 70 anos para receber a Previdência sem desconto. Para entender melhor, separamos um exemplo, se você contribuir o tempo mínimo de 25 anos, terá direito a 76% da aposentadoria, para chegar aos 100% terá que trabalhar mais 24 anos.

Planeje sua aposentadoria em dois passos

1. Defina um objetivo

Com qual idade pretende se aposentar?
Quanto gostaria de receber como aposentado?
Quanto pode aplicar mensalmente em investimentos?

2. Invista a longo prazo

Tesouro direto
Sabia que você pode comprar títulos públicos do Governo a partir de R$30,00. É basicamente emprestar dinheiro para que o Governo possa trabalhar e receber juros por isso. Parece que o jovem virou, não é mesmo Temer? ;P
Para investir é bem simples, é só fazer o cadastro em uma corretora (tudo online), depois encontrar os títulos do tesouro certo para você. Uma das melhores opções é o Tesouro IPCA +. Em um investimento a longo prazo, você receberá todo o dinheiro aplicado mais o reajuste de inflação e juros durante o período, resultando em um ganho real.

Previdência privada
Você pode investir mensalmente em uma previdência privada no banco onde tem conta. Porém, esse tipo de investimento, exige o pagamento de uma taxa anual. Por isso, muitos especialistas, recomendam o Tesouro Direto, por possuir menos taxas e rentabilidade superior a longo prazo.

Gostou? Tem mais dicas da Nathalia Arcuri do canal Me Poupe para se aposentar sem depender do INSS e ter um futuro tranquilo.

Fontes: Estadão e Me Poupe na Web